ACESSE

Fachin contra reduzir jornada e salário de servidores

Telegram

Edson Fachin abriu a divergência no STF e votou contra a possibilidade de reduzir jornada e salário de servidores quando a despesa estourar o teto de 60% da receita.

A regra, prevista na Lei de Responsabilidade Fiscal, foi suspensa pelo STF em 2002. Antes, o relator, Alexandre de Moraes, votou pela constitucionalidade da norma.

Toffoli e Bolsonaro costuram movimentos que apontam para um acordão. Saiba tudo

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 27 comentários