Fachin dá mais 60 dias a inquéritos sobre Renan Calheiros

O ministro Edson Fachin prorrogou por 60 dias dois inquéritos da Lava Jato em que o senador Renan Calheiros é investigado pelo recebimento de propina em troca do favorecimento de empresas, diz a Crusoé.

Na última terça-feira, Fachin atendeu ao pedido da Polícia Federal e da subprocuradora-geral Lindôra Araújo pela extensão do prazo do processo que apura se Calheiros cometeu os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro na construção de embarcações do Estaleiro Tietê.

O segundo inquérito prorrogado mira Calheiros e o senador Jader Barbalho por indícios de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em contratações de empreiteiras pela Transpetro.

Leia aqui a íntegra da nota.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 36 comentários
TOPO