Fachin homologa delação de R$ 1 bilhão da Hypermarcas

Fachin homologa delação de R$ 1 bilhão da Hypermarcas

Edson Fachin homologou nesta sexta-feira (25) os acordos de delação de três executivos da antiga Hypermarcas, rebatizada de Hypera Pharma, registra Bela Megale em O Globo.

As delações foram enviadas pela PGR ao Supremo no mês passado. Entre os colaboradores está João Alves de Queiroz Filho, o Júnior, fundador e acionista controlador da empresa, que pagará a multa mais alta, de R$ 1 bilhão.

O ministro do STF também homologou os acordos de mais dois ex-funcionários do grupo, que se tornaram novos delatores: o ex-CEO Cláudio Bergamo e Carlos Roberto Scorsi. Falta só a homologação do acordo do ex-diretor Nelson Mello, segundo envolvidos nas tratativas.

Além do R$ 1 bilhão aplicado a Júnior, outros R$ 95 milhões em multa terão de ser pagos, conforme as delações pactuadas com os outros três ex-executivos do grupo.

Leia mais: O combate à corrupção parece estar sob ameaça mais uma vez no Brasil. Clique aqui para ler na íntegra
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 9 comentários
TOPO