Fachin libera para julgamento denúncia contra 4 políticos do PP

Telegram

Edson Fachin liberou para julgamento no STF denúncia apresentada pela PGR contra políticos do PP pelo crime de organização criminosa, registra o G1.

Os quatro –os deputados Aguinaldo Ribeiro, Arthur Lira, Eduardo da Fonte e o senador Ciro Nogueira– se reelegeram em outubro e, por isso, continuam tendo foro privilegiado.

Segundo a PGR, desde 2004, os políticos filiados ao PP dedicaram-se à arrecadação de propina em diversos órgãos públicos, como Petrobras, Caixa e Ministério das Cidades.

Moro pode salvar a Lava Jato? LEIA AQUI

“O esquema desenvolvido no âmbito desses órgãos permitiu que os ora denunciados recebessem, a título de propina, pelo menos R$ 380,9 milhões”, sustenta a denúncia de setembro de 2017, apresentada por Rodrigo Janot.

Comentários

  • PAULO -

    Pc. STF: caixa 2. Os meninos levados jamais serão punidos.

  • Junio -

    Que tal agora meter bala nesses canalhas? Só assim para cabar a corrupçao .Roubou vai levar bala na cara. Bando de canalhas

  • Mendes -

    O foro privilegiado ,na verdade permite manter á performance dos BANDIDOS em questão??? Algo precisa ser mudado na LEI,pois neste caso ,foram subtraídos R$ 380.900.000,00 !!CLEPTOCRATAS do BRASIL.

Ler 11 comentários