Fachin prevê julgamento da delação da JBS no segundo semestre

Edson Fachin pediu a Dias Toffoli para marcar data para o julgamento da delação da JBS no plenário do Supremo.

Indicou que o caso poderá ser analisado depois de agosto, que já ele deve analisar até o final deste semestre as últimas manifestações das partes envolvidas.

Os ministros vão decidir se cassam os benefícios concedidos aos irmãos Joesley e Wesley Batista e o advogado Francisco de Assis e Silva.

A PGR quer manter as provas da colaboração, mas acusa os executivos de contratarem Marcelo Miller quando ele ainda tinha vínculo com o órgão.

Janaina: 'O Brasil ainda está carente de democracia'. MAIS AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 9 comentários
  1. por que os serviços públicos não tem prazo para conclusão e quase tudo nunca é concluído ou empurrado com a barriga? A protelação é parte da cultura e costumes ? Algum antropologo de plantao

  2. Cada ministro tem mais de 200 assessores, mas no stf tudo leva meses para quem sabe entrar na pauta, menos é claro as reivindicações do bandido mor, lulla, com ele tudo é na hora.

  3. Então sendo assim, em 2094 estará tudo resolvido sobre essa questão. Agora sabemos porque processos demoram tanto. Os jurássicos ministros não tem pressa. 💤💤💤💤💤

  4. O Fachin esta numa sinuca de bico com a JBS. Se o STF cancela os super benefícios da delação, a JBS entrega o “judiciário”, se não cancela, a sociedade vai cobrar e desmoraliza definitivamente

  5. Tudo é adiado na Vida dos INCOMPETENTES ! O Brasil precisa melhorar o Nivel de seus profissionais ! #BandidoSoltoÉBandidoMorto #STFTemRazão #LulaLivre #AdelioLivre Queremos todos os bandidos na rua