Fachin propõe punição menor de partidos com candidatas laranjas

Telegram

Edson Fachin votou em favor de uma punição mais restrita sobre partidos que lançam candidaturas fictícias de mulheres para preencher a cota de gênero nas eleições.

Na retomada de um julgamento no TSE que analisa um caso de Valença do Piauí, o ministro propôs cassar o mandato somente de vereadores que teriam participado diretamente da fraude.

Em março, o relator, Jorge Mussi votou pela perda do mandato de todos os que foram eleitos nas coligações que tinham candidatas laranjas, que não recebem apoio de campanha e têm recursos do Fundo Partidário desviados para outros políticos.

O Antagonista+: podcasts exclusivos com os comentários e análises de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Diego Amorim e Renan Ramalho. CONFIRA

O julgamento foi interrompido novamente por outro pedido de vista, do ministro Og Fernandes, e ainda não tem data para ser retomado.

Comentários

  • Aurea -

    o partido frauda, mente, cria candidatos fantasma e só leva um puxão de orelha, e o dinheiro que foi "usado" nessas campanhas fantasmas, fica de consolo , e os verdadeiros candidatos prejudicados

  • Bruno -

    Isso vai acabar em pizza, mesmo porque essa história de cotas para mulheres é uma demagogia barata politicamente correta que beira o absurdo.

  • Abcder -

    Temos é que acabar com todo esse tipo vergonhoso de COTAS.

Ler 18 comentários