Fachin rechaça parcialidade de Moro e fala em independência

Telegram

Edson Fachin rebate em seu voto todas as alegações da defesa de Lula que apontariam parcialidade nos atos de Sergio Moro.

Disse, ao contrário, que o exercício da magistratura não se realiza em independência. Para isso, citou posição da ONU sobre o assunto:

“Um juiz deve exercer a função judicial de modo independente, com base na avaliação dos fatos e de acordo com um consciente entendimento da lei, livre de qualquer influência estranha, induções, pressões, ameaças ou interferência, direta ou indireta de qualquer organização ou de qualquer razão”.

Comentários

  • Chrisoula -

    O juiz busca a verdade real, com base em provas e depoimentos. Foi o que fez o ilustre, ex-Juiz Sergio Moro.

  • Edu -

    A população tem o sentimento de que o ex-juiz Sérgio Moro é muito mais imparcial do que muito ministrozinho por aí, que sequer fez concurso público para Juiz.

  • Vera -

    Justo da ONU ? Não tinha embasamento em outros comunistas, tinha que ser a ONU ? rsrsrsr

Ler 19 comentários