Fachin rechaça parcialidade de Moro e fala em independência

Edson Fachin rebate em seu voto todas as alegações da defesa de Lula que apontariam parcialidade nos atos de Sergio Moro.

Disse, ao contrário, que o exercício da magistratura não se realiza em independência. Para isso, citou posição da ONU sobre o assunto:

“Um juiz deve exercer a função judicial de modo independente, com base na avaliação dos fatos e de acordo com um consciente entendimento da lei, livre de qualquer influência estranha, induções, pressões, ameaças ou interferência, direta ou indireta de qualquer organização ou de qualquer razão”.

O Senado mandou uma "continha" extra de R$ 6 bi para você pagar. Quem vai defender VOCÊ?

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 20 comentários
  1. Quanto custa manter o lula preso por mês? o site Metro diz que são R$10.000,00 por dia… Prefiro que apliquem a lei e recuperem todo o dinheiro roubado por ele, o tornando inelegível. isso é fd..

    1. Exatamente uma coisa não tem nada a ver com a outra. Acusação aMoro pela defesa é subjetiva, a condenação do Lula é objetiva.

    1. O STF só se prestas para pautar processo de Políticos Corruptos. Enquanto os processos dos cidadãos contribuintes, à décadas estão mofando nas gavetas.