Fachin revoga prisão domiciliar de Job Ribeiro Brandão

Edson Fachin acaba de revogar a prisão domiciliar e o uso de tornozeleira eletrônica por Job Ribeiro Brandão, o ex-assessor parlamentar de Lúcio Vieira Lima, informa o repórter Daniel Adjuto, do SBT.

Brandão, que negocia delação premiada, foi um dos que tiveram as digitais detectadas em notas que estavam no bunker da propina.

Segundo Fachin, o ex-assessor confessou crimes e se dispôs a ajudar nas investigações. Ele contou, por exemplo, ter destruído provas contra Geddel Vieira Lima, a pedido do ex-ministro de Lula e Temer.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Observador Atento disse:

    O passarinho está cantando. E muuuiiiittttooo!

Ler comentários
  1. wilson www disse:

    A cada dia que passa, fica mais difícil entender certos raciocínios. Afinal, se o delinquente confessou crimes e destruiu provas que poderiam incriminar o seu chefe, isso não seria mais um motivo para mantê-lo preso? Mas preso de verdade, atrás das grades? Mas na Praça dos Três Poderes tudo soa diferente. Bandido é solto e deixa de ser perigoso só porque admitiu ter cometido crimes, dedo-duro ganha status celebridade, malas cheias de dinheiro nada significam e as instituições brasileiras aceleram a sua espiral descendente em direção ao caos.

  2. Paulo disse:

    Impressiona a facilidade do STF tem para não PUNIR COMPADRIO, mas para Punir é um DEUS nos acuda, a dificuldade |IMPRESSIONA, o TEMPO que leva mais ainda, e ainda ABSOLVE!!

  3. Conselheiro Acácio disse:

    Este Job, enquanto assessor parlamentar, é um incompetente. Onde já se viu contar dinheiro sem usar luvas.

  4. rafnav disse:

    Foi revogada ou seja anulada ? O cara vai voltar pra prisão ?