ACESSE

Fachin também quer votar criminalização da homofobia no STF

Telegram

Edson Fachin seguiu Celso de Mello para votar, ainda hoje, no Supremo, uma ação que pode criminalizar a homofobia e a transfobia.

Os dois são relatores de ações para punir atos de discriminação, aplicando as mesmas penas para o crime de racismo.

Hoje, o Senado enviou ofício sugerindo o adiamento, já que ontem a CCJ aprovou projeto semelhante, mas isentando religiosos por eventuais declarações que associam a prática homossexual a pecado.

Seus comentários exibidos em destaque em O Antagonista, formando a comunidade dos leitores mais bem informados do Brasil. Leia mais

Comentários

  • Nadir -

    Fachin, Barroso e companhia ligam em tornar nossas leis marxistas! Essa é a vertante da maioria dos ministros do STF atual que usurpam as funções do legislativo!

  • Marcia -

    quero ver se esse togados conseguiriam se eleger. Não prestam nem p/síndico de prédio.

  • Claudio -

    É por essa e outras tantas , que vamos para a rua no dia 26. Contra os ladrões de dinheiro público o STF nem se mexe. Acovardados.

Ler 11 comentários