Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fachin vota para manter delação de Palocci e Gilmar pede vista

O STF analisa um recurso da Procuradoria-Geral da República que tenta anular o acordo de colaboração firmado com a PF, sem a participação do MPF
Fachin vota para manter delação de Palocci e Gilmar pede vista
Reprodução

Em julgamento no plenário virtual, Edson Fachin votou para manter a validade do acordo de colaboração premiada celebrado entre a Polícia Federal e o ex-ministro Antonio Palocci. O STF analisa um recurso da Procuradoria-Geral da República que tenta anular o acordo.

Em seguida, Gilmar Mendes pediu vista, suspendendo o julgamento. Ainda não há data prevista para o caso ser retomado.

O ministro, que atacava a cleptocracia petista e hoje acusa a Lava Jato de organização criminosa, votou anteriormente para anular provas contra o advogado José Roberto Batochio e encerrou dois inquéritos envolvendo o banqueiro André Esteves — tudo baseado na delação de Palocci.

O Gilmar também já votou para retirar trecho da delação do ‘italiano’ de uma ação do Lula que investigava propina da Odebrecht ao ex-presidente por meio de um terreno de R$ 12 milhões para abrigar seu instituto.

Mais notícias
TOPO