ACESSE

Fake news é 'corrupção eleitoral do século 21', diz idealizador da Ficha Limpa

Telegram

Idealizador da lei da Ficha Limpa, Márlon Reis afirmou que as fakes news e os disparos ilegais de mensagens são as corrupções eleitorais do século XXI.

“Essa é a grande corrupção eleitoral do século 21. Isso se generalizou pelas campanhas e espera-se que aconteça muito isso nessas eleições. São criadas verdadeiras redes e máquinas virtuais de destruição de reputações.”

Em entrevista à Folha, Reis defendeu que o Congresso aprove uma lei sobre transparência e responsabilidade na internet, como o projeto que tramita no Senado, mas sem a pressa imposta pelo Parlamento.

“Está em trâmite um projeto sobre transparência e responsabilidade na internet que tem entre os autores a deputada Tabata Amaral e o deputado [Felipe] Rigoni, e é um projeto importante, mas creio que deve haver uma ampliação do debate. Segmentos mais amplos têm que ser ouvidos.”

E concluiu:

“Eu percebo que há uma pressa do Parlamento de legislar e entendo a necessidade e urgência de tratamento do tema no Congresso. Mas isso não implica que se deva abrir mão de uma expansão do debate até o máximo possível, porque tem muitas organizações dispostas e com muita capacidade de opinar sobre o tema.”

Leia também: BOLSONARISTAS NA MIRA DO STF

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 17 comentários