Falsidade ideológica de recibos será julgada na sentença, diz Moro

Telegram

Sergio Moro decidiu hoje que a falsidade ideológica dos recibos de aluguel apresentados por Lula só será avaliada na sentença da ação penal que envolve o Instituto Lula.

Assim, o juiz federal julgou improcedente o incidente de falsidade apresentado pelo MP.

Para ele, é “inviável” fazer esse julgamento sem se aprofundar nas provas e na apreciação do mérito da ação penal.

“Depende a questão da resolução de várias questões de fatos na ação penal, se dinheiro da Odebrecht de fato custeou a aquisição do apartamento, se Glaucos da Costamarques foi ou não utilizado como pessoa interposta e quem falta com a verdade acerca do pagamento ou não dos aluguéis, Glaucos da Costamarques ou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva?”, escreveu Moro.

 

Comentários

  • Victor -

    Se foi pago em dinheiro tem que comprovar o saque bancário. Muito simples.

  • voltaire -

    Nada mais natural que o Beato Salula seja condenado por falsidade ideológica, ele é encarnaçao da falsidade ideológica!

  • Flávia -

    Esse juizeco incompetente não engana mais ninguém. Recibos legítimos mas ideologicamente falsos? Coisa de quem não passou no teste da OAB cinco vezes mesmo.

Ler 33 comentários