Só falta o sogro

O processo de Lula na ONU está parado.

O advogado Geoffrey Robertson é uma espécie de Cristiano Zanin sem sogro.

Depois de apresentar recurso contra a página no Facebook da secretária do presidente do TRF-4 e contra a cadeira do procurador Maurício Gerum, o australiano ainda nem conseguiu que a ONU avaliasse a admissibilidade da queixa do petista.

“Para que uma queixa seja aceita”, diz o Estadão, “a entidade em Genebra precisa concluir que o sistema judicial brasileiro não tem a capacidade ou garantias suficientes de independência para tratá-lo. Apenas com essa etapa superada é que, então, o caso iria aos 18 peritos independentes do Comitê de Direitos Humanos, algo que ocorreria apenas no segundo semestre do ano.”

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 15 comentários
  1. Estão gastando uma grana preta com o sonolento geoffeio a troco de nada. A onu, que não consegue nem resolver problemas com as ditaduras que ainda existem no mundo, vai se preocupar com em desafiar Moro, Gebran, Laus e Paulsen? Vão tomar um petardo no meio da testa.

  2. Bem, da ONU se espera tudo, até que ela vá a falência depois de ser tomada por esquerdistas que ficam gastando a grana enviada pelos países em bobagens tipo esta do Lula. O maior financiador (USA), já está cortando a mesada.

  3. O ilustre causídico da terra dos cangurus ficou de fone de ouvido durante todo o julgamento do TRF4, segundo se sabe, ouvindo Frank Sinatra e Tom Jobim e não acompanhou, portanto , a instrução do feito! Muito difícil conseguir reverter a situação de seu cliente onde quer que vá com essa finalidade.

  4. A ONU nunca conseguiu provar a que veio. Tinha como objetivo zelar pela paz, mas semeia e financia guerras pelo mundo. Se acolher um pedido de bandido condenado pela justiça, pode fechar essa joça!

  5. Dinheiro público, roubado da nação, da corrupção espantosa, sendo utilizado para pagar honorários milionários para dezenas de advogados brasileiros e agora para um vagabundo estrangeiro. Fim da picada. Cadê o Ministério Público para identificar de onde sai tanta grana???? Este NoveDedos tem que ser exterminado.

  6. Questionado se Lula iria cumprir a promessa de ir a pé até Curitiba, Zanin saiu-se com essa: ‘o meu cliente foi claríssimo: se apresentassem uma única prova contra ele, o ex-presidente faria a caminhada. Acontece que seus acusadores vieram com aproximadamente 157 provas irrefutáveis; isto faz com que Luiz Inácio Lula da Silva não tenha a mínima obrigação de cumprir a tal promessa’.

  7. O rábula gringo tem razão, o sistema de justiça no Brasil não é nem um pouco confiável…
    Se fosse, o Lulladrão já estaria preso desde o mensalão, aliás talvez até antes, pelo assassinato do Celso Daniel, ou até mesmo antes, quando “vendia” greves aos patrões das fabricas de automóveis…
    Lulladrão seu lugar é na prisão !!!