Fantasma contrata fantasma

A defesa de Dilma Rousseff, além de anexar imagens de 2010 como se fossem de 2014, estrepou-se também ao dizer que a Red Seg compartilhou a impressão do material de campanha com outra gráfica.

Segundo O Globo, os peritos do TSE descobriram que “não há evidência da existência de acordo comercial” entre a Red Seg e essa outra gráfica.

E mais:

“Ambas não tinham funcionários registrados em 2013 e 2014, segundo pesquisa Rais dos respectivos exercícios, além da ausência de evidências da execução dos serviços”.

A gráfica fantasma, portanto, alegou ter contratado outra gráfica fantasma.

Faça o primeiro comentário