A farra dos atestados médicos na ‘TV do Lula’

O governo federal estima que o quadro de pessoal da EBC –Empresa Brasil de Comunicação, conhecida como “TV do Lula”– precisa ser reduzido em um terço, relata a Coluna do Estadão.

Maior exemplo brasileiro de TV Bactéria (está no ar, mas ninguém vê), a EBC tem nada menos que 2.307 empregados.

Como eles são concursados –embora contratados por CLT–, só podem ser demitidos se os setores em que trabalham forem extintos.

Tem mais. O governo também quer “elaborar uma diretriz para os atestados médicos” porque considera que há abusos –foram 2.845 no primeiro semestre.

E você paga por tudo isso.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 72 comentários
  1. É urgente a extinção desta inutilidade já que isto possibilita demitir estes funcionários. Os governos petistas se mostram a cada dia o quanto mal fez ao País.

  2. O Antagonista precisa melhorar muito no lado jurídico. Empregado de estatal não é estável. Pode ser demitido, desde que isso ocorra por meio de processo administrativo e com causa, e não estou falando aqui da justa causa trabalhista.

  3. Ô povo doente . Eles sofrem de uma doença contagiosa chamada síndrome da preguiça. Temer deveria ter feito uma devassa em todos os setores no início do seu governo e até hoje não fez .Continuou alimentando esses sanguessugas. Temer é incompetente e conivente.

  4. Cabidão da TV LULLA, uma herança maldita em que está cheia de func. fantasmas Esse é o Brasil que que só os corruptos e aproveitadores querem. Brasil antes de 2030, Não temm Salvador da Patria

    que mudará a verdadeiras “Forças Ocultas” de Cabidões, que, na verdade se referia Janio Quadros.,

  5. O Temer manteve essa pocilga abarrotada d esquerdalhas inúteis e desocupados regiamente pagos pelos contribuintes q lhe fizeram oposição ferrenha em tdas as oportunidades q tiveram. Como não trabalham, sobra-lhes muito tempo p agir contra o governo. Temer não é lá mto inteligente.

  6. “Como eles são concursados –embora contratados por CLT–, só podem ser demitidos se os setores em que trabalham forem extintos”. A receita já está dada. Extinção total da infestação bacteriológica.

  7. KKK mas os empregados são celetistas mesmo sendo concursados porque a Constituição assim o determina mas não tem estabilidade no emprego. Então é acabar com mais esta estatal e ponto final. Será que o presidento tem coragem para isto? Duvido muito, ele adora só se cercar de tralhas.

    1. Só tem um presidente com coragem de acabar com essas estatais ineficientes que roubam os nossos impostos !

  8. Essa porcaria tem de ser extinta o quanto antes; em um país onde 50% da população brasileira põem os pés em fezes todos os dias por falta de saneamento básico, gasta-se uma fortuna para sustentar malandros parasitas.

  9. Esta é literalmente a TV ASNOS.. pois só burros – muare4s – cavalos – bestas e jumentos a vêem.
    E o pior é gravada em presídio Federal e em regime FECHADO.
    Tem que ser extinta e cobrar do PT toda esta despesa.

  10. Se o Temer não fosse tão frouxo tinha fechado essa birosca no primeiro mês de governo. Mas não…enrolou, enrolou e agora vai deixar para o sucessor. E caso ganhe Ciro, Marina ou Alckmin pode esquecer, pois aí o cabidão vai se eternizar…

  11. PT e a farra com o imposto pago pelo contribuinte. Essa empresa é mais uma toca criada pelos petistas para agasalhar os ratos amigos que gostam da vida mansa. Esses comunistas adoram encostar o boi na sombra. Por isso amam o Luladrão, outro vagabund0!

  12. Há inúmeras estatais em nível federal povoadas de funcionários petistas como, por exemplo, empresas ligadas a Eletrobras e a Furnas… Não sei a razão para a não demissão sumária daqueles que são comissionados.

  13. Fui estagiário da EBC, nível médio. Mas se chamava Radiobrás. Hoje, formado, acho que a EBC deva mesmo ser privatizada. até pelo fato de ter sido mais uma estatal que entrou no jogo do PT. De sede própria, foi para um shooping que estava quase em decadência, e agora vai perder o dinheiro fácil.

  14. Vao ficar mamando descaradamente na teta ate entrar um presidente q tenha culhao e manda a PM ou o exercito la com 2 tanques,esvazia o predio e prende todos os funcionarios,dinamitando o predio em seguida.So assim resolve.

  15. O empregado público celetista pode sim ser dispensado, sem a extinção da empresa, como qualquer empregado de empresa privada.
    A garantia que tem é o FGTS, que os demais funcionários públicos não tem, por terem estabilidade.
    O celetista não tem estabilidade, porque tem o FGTS. Demissiveis facilmente

  16. O q ??????😲😲😲😲😲
    NOS PAGAMOS UMA TV PARA UM PRESIDIARIO E NAO VAMOS TOMAR NENHUMA ATITUDE???? Um canal de TV q eu nunca vi,qual a finalidade disto😈😈😈😈😈😈😈

  17. A dificuldade q he para extinguir um ninho de parasitas menor tipo a EBC.Imaginem fechar a ptroubas,com 100.000 barnabes sindicalistas cheios de direitos garantidos pelo stf?Tamus fu nos proximos 30 anos ate nos livrarmos dessa galera inutil,peso-morto.

  18. Auditoria para coletar quais foram os médicos que deram os atestados. Aposto que não passam de 3 ou 4 e se for mais a fundo , constatarão que são PETISTAS de carteirinha.

  19. Tanta gente passando necessidade, crianças morrendo e a farra lá continua, e convenhamos, Temer é um fracasso como presidente , há meses não produz nais nada em corte de gastança.

  20. Porque ainda não acabaram com esse cabide de emprego de vagabundos (comprovado pelo número absurdo de atestados médicos). Só nessa terra de mãe Joana, mesmo, não é vice de Dilma???

  21. E o boulos de eka quer uma ebc livre e democrática, mas com controle do estado.
    Está igual ao petralha intelequitual ou é petralha ou é intelectual, os dois juntos e misturados não ecxiste.
    Extingue a empresa e os petralhas, simples assim.

  22. Na época em que assumiu o governo, o presidente recebia dezenas de pedidos prá fechar esse elefante branco.
    Não atendeu. Ninguém sabe por que.
    Não tem que reduzir, tem que fechar.
    Dinheiro público merece respeito.