FAT em Cuba

Por que o Fundo de Amparo ao Trabalhador estaria demorando a reembolsar as empresas que aderiram ao Programa de Proteção ao Emprego? Uma resposta pode estar no BNDES. Ou mesmo fora do Brasil.

Reportagem de O Globo de junho do ano passado lembrava que o FAT tem, desde 1996, o FAT Cambial, que empresta ao BNDES recursos com taxa abaixo de 1% para apoio de empresas brasileiras no exterior. Em outras palavras, para empreiteiras amigas do petismo atuarem lugares como Cuba, Venezuela e Angola.

Isso, claro, terminou num prejuízo ao Tesouro que, na cotação atual do dólar, passa dos R$ 4 bilhões.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200