Fator Tiririca é impasse na reforma política

PRB e PR, que juntos somam 60 votos na Câmara, contam em suas fileiras, respectivamente, com puxadores de votos como o deputado mais votado do país, Celso Russomano, com 1.524.286 votos, e o segundo mais votado, Tiririca, que teve 1.016.796 votos.

Essa é uma das razões para a falta de consenso sobre a reforma política, segundo Merval Pereira. Nenhum dos dois partidos tem interesse em mudar um sistema do qual se beneficiam.

“Graças a isso, o PRB elegeu 8 deputados em São Paulo, três levados pela votação de Russomano. Já Tiririca elegeu outros dois deputados, e o PR fez uma bancada de 6 deputados federais em São Paulo.

Além de aumentar as bancadas de seus partidos, esses puxadores de voto aumentam também o fundo partidário distribuído pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anualmente aos partidos que participaram das eleições para a Câmara.

(…) Na sua mais recente versão, o Fundo estava em cerca de R$ 800 milhões, o que dá por cada voto válido R$ 12,00. (…)

Russomano, por exemplo, ‘deu’ ao PRB mais de R$ 18 milhões nos quatro anos de seu mandato atual. Tiririca, mais de R$ 12 milhões ao PR.”

Comentários

  • Galo -

    O Antagonista é o Tiririca da imprensa,só piada.

  • Rafael -

    Queremos voto facultativo!

  • Flavio -

    Tiririca é uma "praga"em qualquer terreno! Nem com "agente laranja", acaba!

Ler 17 comentários