Faxina de Macri continua

Na Argentina, a conta de luz deve subir até 500%.

Antes, um enorme subsídio compartilhava com todos os cidadãos o alto custo da tarifa reduzida. Agora, aqueles que mais consomem energia pagarão mais, os que menos consomem pagarão menos. E Mauricio Macri deve poupar US$ 4 bilhões.

À diferença do Brasil, onde as contas também subiram barbaramente, a Argentina agora vê a luz no fim do túnel.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200