Feira, Collor e Lula: enfim, juntos

Em 1992, João Santana era o chefe da sucursal da Istoé quando a revista entrevistou o motorista Eriberto França, que transportava cheques de PC Farias para o casal Fernando e Rosane Color.

A entrevista foi decisiva para derrubar Fernando Collor da presidência da República, naquela que foi também uma vingança petista depois da derrota de Lula em 1989.

Um quarto de século depois, João Santana, Fernando Collor e Lula estão juntos, investigados pela Lava Jato.

Eriberto França era só um brasileiro.