Feira livre

A tornozeleira eletrônica de João Santana, o Feira, está falhando.

No Roda Viva, disposto a defender a honestidade de Lula e Dilma Rousseff, ele transformou propina em caixa 2 e, em seguida, em fundo eleitoral:

“Não via desonestidade no sentido do uso pessoal. Era um uso de fundo eleitoral. É uma discussão complicadíssima. Mas, em nenhum momento, eu falei de Lula e Dilma como pessoas que fossem desonestas.”

Ele disse também:

“Todo mundo mente. A mentira é um privilégio, é quase um prazer humano.”

Ele não se cansa desse prazer.

Leia mais: OS NEGÓCIOS DE LULINHA: NÃO TEM CRISE PARA O 'FENÔMEMO'
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários
TOPO