​Felipe Moura Brasil é Antagonista

Escrevi no Twitter em 1º de janeiro de 2015:

“Desejo a Diogo Mainardi e Mario Sabino sucesso (lê-se: impeachment) com O Antagonista. Aprendi muito com ambos. Gratidão é eterna.”

O sucesso do site, que estreava naquele dia, veio depressa.

O impeachment de Dilma Rousseff demorou mais um pouquinho, mas veio também, em 31 de agosto de 2016.

Agora vim eu, Felipe Moura Brasil, em 2 de maio de 2017, após quase três anos e meio como colunista da revista Veja, em cujo site mantive um blog de antagonismo político e cultural diário, lançado em 2013.

Fico feliz de lá ter elogiado livros do Diogo e comentários do Mario muito antes da criação de O Antagonista, assim ninguém tem razões para desconfiar da honra que é hoje trabalhar com eles – e com o timaço que formaram.

Ambos acreditaram que meus acertos, conquistas e resultados, reunidos no texto de despedida “Eu escolhi sair da Veja”, fazem jus à nova parceria, tantas vezes reivindicada por nossos leitores em comum, que, a despeito de uma ou outra divergência pontual irrisória, detectavam as semelhanças mais profundas de independência, irreverência e sinceridade.

Sou grato ao Diogo por ter sido levado, por meio de seus artigos, aos “Ensaios” do autor francês Michel de Montaigne (1533-1592), visto durante anos pelos poderosos, como descreveu o escritor austríaco Stefan Zweig, “com aquela certa desconfiança que sempre sentem os homens de partido e os políticos profissionais em relação ao homem livre e independente”.

Em relação a nós, antagonistas, “desconfiança” é até eufemismo para o que sentem os membros da Orcrim, e seus aliados e porta-vozes na imprensa.

Segundo Montaigne, que viveu em plena época de guerra entre católicos e protestantes na França, “o sábio deve, no íntimo, afastar sua alma da multidão e mantê-la com liberdade e poder para julgar livremente sobre as coisas”.

Para Zweig, “poucos homens sobre a terra lutaram de modo tão persistente para manter seu eu mais íntimo, sua essência, livre do contágio e influência da escuma venenosa e turva da agitação do seu tempo, e poucos conseguiram salvar de seu tempo esse eu mais íntimo para oferecê-lo a todos os tempos”.

Inspirado pela liberdade interior de Montaigne, vim reforçar O Antagonista em sua luta diária, por meio da verdade, para privar da liberdade exterior o comandante máximo da Orcrim e seus cúmplices no assalto ao Brasil.

Se salvarmos do nosso tempo a verdadeira história do que nele aconteceu, poderemos oferecer a todos os tempos muito mais que o sucesso desejado.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Nossa, uma preguiça enorme de ouvir o jornal da manhã, fui assídua durante muitos anos, mas depois de ter ouvido essa manhã eu desisto. Antes era o Reinaldo Azevedo com seus comentários esdrúxulos, mas como nada é tão ruim que não possa piorar, veio esse Felipe Moura Brasil, que destila ódio pelos poros em seus comentários políticos. Hoje de manhã ele fez uma analogia ridícula no jornal, citou Nem da Rocinha em comparação a Lula que também está preso. Nem sou petista, mas sinceramente seus comentários a respeito já cansou.

Ler mais 7 comentários
  1. Nossa, uma preguiça enorme de ouvir o jornal da manhã, fui assídua durante muitos anos, mas depois de ter ouvido essa manhã eu desisto. Antes era o Reinaldo Azevedo com seus comentários esdrúxulos, mas como nada é tão ruim que não possa piorar, veio esse Felipe Moura Brasil, que destila ódio pelos poros em seus comentários políticos. Hoje de manhã ele fez uma analogia ridícula no jornal, citou Nem da Rocinha em comparação a Lula que também está preso. Nem sou petista, mas sinceramente seus comentários a respeito já cansou.

  2. Veja a teleSur tv internacional esquerdopata, PTralha tendenciosa, só mostra manifestações vermelhas, só que só faz Fake News em favor do Luladrão, uma pequena amostra https://youtu.be/c89UlsxlWXE https://www.youtube.com/watch?v=leRFltNEE1g&t=1s

  3. Felipe, Tenho uma tese interessante: A desincompatibilização de cargo publico para concorrer a cargo eletivo seja de 2 de anos, bem como para assumir cargo publico por candidatos ou eleitos tb seja de 2 anos.

  4. O jornalista Reinaldo Azevedo faz, diariamente, a defesa de Lula alegando que o juiz Sérgio Moro o condenou sem provas e ainda cometeu graves erros jurídicos que comprometerão o processo todo. Também faz ataques severos à Lava jato e ao Ministério Público mas defende com unhas e dentes, o Ministro Gilmar Mendes e o Presidente Temer, tudo baseado na defesa do estado de direito, que tem sido ignorado pela justiça, com o objetivo de condenar Lula. O que vocês acham disso ? Quem está falando a verdade ?

  5. Olá Felipe.
    Acompanhando Os pingos nos is de hoje, 05/12, ouvi os comentários a respeito da possível movimentação de valores através do uso de jóias. Gostaria de esclarecer que o que da valor a uma jóia é, principalmente, a pedra que acompanha sua confecção, sendo os diamantes as únicas que podem ser consideradas commodities minerais, com cotações em ‘bolsas’ internacionais. Afirmo que os diamantes vêm sendo empregados a muito tempo como um modo eficiente de translado de valores. ver melhor em: HUMANIDADES & TECNOLOGIA EM REVISTA – FINOM – PARACATU-MG. Ano XI, vol. 11 – Jan/Dez 2017. Pg. 405. DIAMANTE: UMA COMMODITIE MINERAL E A
    VARIAÇÃO DE SUAS COTAÇÕES AO LONGO DOPERÍODO DO SCPK.
    Eduardo Gomes dos Santos* http://cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4721446H6.

  6. Muito triste ver alguém que tinha potencial para ser o maior jornalista de nosso tempo, se rebaixando a um mero cabo eleitoral do PSDB junto a Joice Hasselman, aquela socialista fabiana. Cara, cada vez que você abre a boca para defender o Dória, cujo o pai apoiou um quase regime comunista no Brasil, que libera verbas para agenda LGBT e para memoriais de terroristas como Carlos Mariguella, cada vez que você defende aquele verme, ou tenta nos empurrar ele como uma possível alternativa para 2018, você está cagando todo o seu trabalho que construiu durante sua vida. Sim, prof. Olavo falou que temos que tomar as mídias, as universidades, as escolas, mas tomar direito, e não ficar em cima do muro entre o socialismo fabiano do PSDB e a roubalheira escancarada do PT, os dois fizeram um mal absurdo a nossa nação. Até acho que o socialismo do FHC foi mais letal, pois ele construiu uma geração inteira de imbecis doutrinados pelos marxismo cultural, e esse exército de idiotas úteis continua a crescer mais e mais a cada dia. Então não me venha com essa de extremismo, aceita logo que está fazendo isso por dinheiro, e que se vendeu ao sistema assim como a Joice.
    Espero que tome consciência a temp