Feliz Natal

O shopping Iguatemi Brasília sorteou entre os clientes um Audi A3 Sedan Prestige, zero km. O veículo, cujo valor pode chegar a R$ 170 mil dependendo da versão, saiu para Sinecio Jorge Greve.

Sinecio é ex-diretor da Postalis, o fundo de pensão dos Correios. Em 2015, ele virou alvo de ação de improbidade administrativa, com bloqueio de bens, por suspeita de fraude na compra de um terreno em Cajamar.

Na área, que custou quase R$ 200 milhões, foi construído o Complexo Operacional Rodoanel, um centro de operações logísticas, suprimentos e transportes de cargas, posteriormente alugado aos Correios por R$ 1,75 milhão por mês.

O MPF entendeu que a compra foi irregular e desvantajosa, pois previa rendimento de apenas 8% ao ano, enquanto, na época, mais de 20 títulos públicos ofereciam taxas de retorno maior. O negócio também teria sido dirigido em benefício da empreiteira Mascarenhas Barbosa Roscoe Construções, controladora da empresa proprietária do terreno (Piazzano Empreendimentos Imobiliários Ltda).

Segundo o MPF, o Postalis não fez sequer pesquisa de preços com outras construtoras.

Ao lado de Sinecio, foram alvo da mesma ação figuras conhecidas como Antonio Carlos Conquista, Ariovaldo Aparecido da Câmara e Ricardo Oliveira Azevedo, entre outros.

Leia mais: Em pouco mais de um mês no STF, o ministro Kassio Marques se alinha à ala anti-Lava Jato.
Mais notícias
TOPO