ACESSE

FGV vai apurar denúncia de plágio em mestrado de Decotelli

Telegram

A FGV informou neste sábado em nota que “vai apurar os fatos referentes à denúncia de plágio na dissertação do Ministro Carlos Alberto Decotelli”.

A FGV “está localizando o professor orientador da dissertação para que ele possa prestar informações acerca do assunto”, segundo o texto.

O orientador foi Luis César G. de Araujo, doutor pela FGV.

Hoje mais cedo, O Antagonista mostrou que o mestrado de Decotelli na FGV tem trechos idênticos a relatório da CVM, sem citá-lo. O mestrado, defendido em 2008, também tem trechos idênticos aos de um artigo publicado em 1999.

O alerta sobre as semelhanças entre a dissertação de Decotelli e outros textos foi dado no Twitter pelo professor Thomas Conti.

Ontem, o reitor da Universidade Nacional de Rosário, Franco Bartolacci, contou que Decotelli foi reprovado no doutorado. O novo ministro retirou o título da tese de doutorado de seu currículo Lattes horas depois, mas manteve o desmerecido título de doutor.

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • Nando -

    Acho que depois o próximo passo é processar Thomás co to e pedir sua demissao

  • Carmen -

    Meu Deus! Que governo fake!

  • Karenina -

    Decotelli deu aval a compra de 3 bilhões cheia de irregularidades, quando estava no FNDE e foi afastado. Mesmo assim, Bolso achou que era boa idéia fazê-lo ministro. Sem mais palavras.

Ler 99 comentários