FHC no Duty Free

Fernando Henrique Cardoso pagou 3 mil dólares por mês, entre dezembro de 2002 e dezembro de 2006, à sua velha amante, Mirian Dutra, por meio de um contrato fictício com a Brasif, proprietária de lojas Duty Free.

O fato foi relatado pela própria Miriam Dutra, em entrevista à Folha de S. Paulo.

FHC que se explique.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200