Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

FIB Bank, a CPI e o pastor

Empresa que forneceu garantia para contrato da Precisa com Ministério da Saúde foi usada por igreja de Valdemiro Santiago para arrastar dívida milionária
FIB Bank, a CPI e o pastor
Foto: Marcos Corrêa/PR

A FIB Bank, empresa que forneceu a garantia para o contrato da Precisa Medicamentos com o Ministério da Saúde, foi usada pela Igreja Mundial do Poder de Deus, do pastor Valdemiro Santiago, para arrastar uma dívida de R$ 12 milhões cobrada na Justiça em São Paulo. A informação é da Folha.

“Uma ação judicial chegou a afirmar que a carta de fiança emitida pela garantidora —e usada pela igreja — era inidônea e sem lastro para o pagamento da dívida, perpetrando uma prática de fraudar credores já detectada pela Justiça e remetida ao MPF (Ministério Público Federal) para investigação.”

Ao jornal, a FIB Bank afirmou que a carta foi rejeitada pela Justiça e que, por isso, o documento emitido para a igreja acabou cancelado pela empresa. “A negativa de um juiz não altera nem invalida a lei que a estabelece”, disse.

 

A igreja de Valdemiro tem uma parceria com a Rede Brasil de Televisão, de Marcos Tolentino, para veiculação de conteúdo religioso durante 12 horas da programação diária. O empresário é apontado pela CPI da Covid como sócio oculto da FIB Bank. Ele nega.

Hoje, os senadores vão ouvir Roberto Pereira Ramos Júnior, presidente formal da empresa.

 

 

 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO