Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Filha de Zé do Caixão denuncia médicos da Prevent Senior

Segundo Liz Marins, o cineasta foi retirado de um leito de semi-UTI quando ainda estava em estado grave e transferido para o quarto
Filha de Zé do Caixão denuncia médicos da Prevent Senior
Foto: Robson Negrinni/O Antagonista

A filha do cineasta José Mojica Marins, o Zé do Caixão, denunciou dois médicos da Prevent Senior pelo atendimento prestado ao pai durante a internação dias antes de morrer, aos 83 anos, no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo.

Mojica foi internado em 25 de janeiro de 2020, com um quadro de broncopneumonia pulmonar, e morreu no hospital quase um mês depois, em 19 de fevereiro.

A minha denúncia é contra dois médicos, um que tirou ele da semi-UTI quando ele estava estabilizado, grave, mas estabilizado, e mandou para o quarto e um médico que, vendo o meu pai com a saturação despencando no quarto, não deu o atendimento imediato e ficou tentando nos convencer a deixá-lo morrer“, disse Liz Marins, em entrevista à GloboNews.

As investigações da CPI da Covid apontam que, depois de um prazo de três semanas, a Prevent mudava o código de classificação de doença dos pacientes com Covid, de modo que eles pudessem ser submetidos a um tratamento paliativo com sedativos fora da UTI, ainda que não estivessem recuperados.

Em nota, a operadora de planos de saúde negou qualquer irregularidade.

“Os prontuários do paciente demonstram que todos os investimentos possíveis foram realizados no tratamento do Sr. Mojica. Os detalhes dos prontuários não podem ser divulgados por razões legais, mas é possível afirmar que o paciente tinha uma série de comorbidades que agravaram seu quadro de saúde ao longo dos anos.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO
×
Oferecimento....