Filha não vai 'dobrar joelhos' para Justiça do Trabalho, diz Jefferson

Roberto Jefferson voltou a dizer que o nome de sua filha, Cristiane Brasil, está mantido como indicação para o Ministério do Trabalho até que o caso tenha um desfecho no STF.

“Não vamos nos dobrar nem flexionar sequer o joelho diante desta Justiça do Trabalho, extremamente ideológica”, disse o presidente do PTB à Época.

“Está em jogo não apenas o direito privativo do presidente da República de nomear quem quiser para o seu ministério. Está em jogo a cidadania da minha filha”, acrescentou.

Comentários

  • José -

    Tal pai tal filha. Farinha do mesmo saco. Safados e sem vergonha. Vão fazer tudo para pegar este ministério e o Temer vai ao lado deles. Tudo igual Pobre Brasil

  • contribuinte -

    Juridicamente, as decisões judiciais tomadas até agora são ridículas e servem para revelar todo o despreparo do judiciário, o poder moralista que recebe o auxílio-moradia e faz política. Moralidade só para os outros. Se isso chegar ao STF, o estagiário fará o despacho cassando a decisão.

  • nosso -

    politico bom eh politico morto

Ler 61 comentários