ACESSE

Filho de Bolsonaro volta a criticar delegado da PF

Telegram

Candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro e filho de Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro reafirmou hoje as críticas que o pai havia feito ao delegado da PF Rodrigo Morais.

Ex-assessor do petista Fernando Pimentel, Morais conduz o inquérito sobre o atentado a faca contra o presidenciável, ocorrido em Juiz de Fora em 6 de setembro.

Segundo Flávio, o sentimento da família é de que há um “descaso por parte de quem está tocando a investigação”.

O candidato a senador voltou a pedir que a PF substitua Morais para “colocar um delegado não que seja eleitor de Bolsonaro, mas um delegado isento. Que não vai inventar provas e nem vai deixar de ir atrás de provas”.