Filho de senador que emprega Léo Índio é nomeado na EPL

Telegram

Léo Índio, sobrinho de Jair Bolsonaro, tem rodado o país no cargo de assessor do gabinete do senador Chico Rodrigues (DEM), de Roraima. Como já noticiamos, sua nomeação saiu em 24 de abril.

Cerca de uma semana depois, Thiago Rodrigues, filho do senador, foi nomeado no cargo de assessor-técnico na coordenação de logística da gerência de logística da EPL, estatal de projetos criada para o trem-bala e mantida por Jair Bolsonaro.

Questionado por O Antagonista, Chico Rodrigues – que é vice-líder do governo no Senado – esclareceu que seu filho “é arquiteto, com mestrado em Barcelona e larga experiência”, inclusive em “comissões de licitação do Exército”.

O Antagonista+: podcasts exclusivos com os comentários e análises de Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas, Diego Amorim e Renan Ramalho. CONFIRA

“Ele voltou para a vida civil, estava sem emprego. Fez uma inscrição lá para a EPL e o currículo dele foi avaliado e aceito. Eu acho que não tem mal nenhum. Tenho orgulho de dizer que é um profissional capacitado. Se nossos filhos não puderem trabalhar, que mundo é esse?”

Comentários

  • RobertoSilvaRJ -

    Esse é o verdadeiro "Troca-Troca", que provavelmente foi articulado por Carluxo para favorecer Léo Índio.

  • Giusti -

    Grave é um país q nem trem tem manter uma estatal há anos para fazer um trem bala, sendo q a dita cuja não produziu absolutamente nada pq nem dinheiro p o trem existe.

  • LUIZ -

    a verdade é que os filhos desses vagabundos que vivem as nossas custas sempre "desabrocham"depois que os papais chegam a altos cargos!

Ler 95 comentários