Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Filho do presidente do STJ divide escritório com vice-presidente do PSL, amigo dos filhos de Bolsonaro

O racha do ano passado no PSL não abalou a relação entre Eduardo Bolsonaro e Antônio de Rueda, vice-presidente da legenda. O advogado mantém até hoje contato com o deputado e seu irmão senador, Flávio Bolsonaro. Mas não é só isso.

O Antagonista apurou que Rueda abriu um escritório numa mansão no Lago Sul, em Brasília. O imóvel é compartilhado com o também advogado Otávio Henrique Menezes de Noronha, o Tavinho, filho do presidente do STJ, João Otávio de Noronha.

Noronha, o pai, tem colecionado decisões a favor do governo Bolsonaro. Barrou a divulgação do exame de Covid do presidente – que acabou divulgado por Ricardo Lewandowski -, liberou a nomeação de Sérgio Camargo para a Fundação Palmares e o resultado do Sisu.

Dias atrás, noticiamos que o presidente do STJ resolveu não compartilhar o plantão durante o recesso de julho, ficando responsável pelos recursos que chegarem à Corte, inclusive os de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e demais envolvidos no caso das rachadinhas.

Questionado pela reportagem, Rueda admitiu ser amigo do filho de Noronha, com quem compartilha o escritório, mas garante que nunca tratou de casos relacionados à família Bolsonaro. “Não vejo qualquer conflito de interesses. Converso com Flávio questões pontuais da política do Rio, pois o PSL tem uma bancada grande. Nunca tratei de questões jurídicas.”

Matt Schlapp, da União Conservadora Americana, Antonio de Rueda e Eduardo Bolsonaro

Noronha, Rueda e Tavinho, no aniversário do vice-presidente do PSL, em agosto do ano passado.

Leia mais: Um amigo aconselhou Bolsonaro a renunciar. O presidente resiste. E tem um plano para ir até o fim
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO