Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Fiocruz é escolhida pela OMS para desenvolver nova vacina de mRNA

Instituição desenvolve imunizante semelhante aos de Pfizer e Moderna, mas com custo menor
Fiocruz é escolhida pela OMS para desenvolver nova vacina de mRNA
Foto: Leonardo Oliveira/Fiocruz

A Fiocruz anunciou nesta terça (21) ter sido escolhida pela OMS como um dos centros para desenvolvimento e produção de vacinas com tecnologia de RNA mensageiro (mRNA).

“A seleção é resultado de uma chamada mundial lançada em 16 de abril de 2021, que tem o objetivo de aumentar a capacidade de produção e ampliar o acesso às vacinas contra a Covid-19 nas Américas”, diz o blog da Fiocruz.

Além da Fiocruz, também foi selecionada uma instituição na Argentina.

Segundo a Fiocruz, sua candidata a vacina expressa não somente a proteína Spike (espícula), como acontece com as vacinas da Pfizer e da Moderna, “mas também a proteína N, para melhor resposta imunológica”.

Segundo a instituição, “[e]ssa tecnologia demanda menos necessidades produtivas, atingindo uma escala em termos de doses superior a de outras vacinas de mRNA. Isto permite que o seu custo seja inferior ao de outras vacinas semelhantes, possibilitando a ampliação ao seu acesso. A vacina está, atualmente, em fase de estudo pré-clínico”.

A Fiocruz acrescentou que “ainda é cedo para falar de datas e cronograma, mas o apoio da OMS será decisivo para que o desenvolvimento desta vacina ocorra de maneira mais breve possível e dentro dos protocolos de segurança e qualidade mundiais”.

Leia tambémJanssen: se aplicada em 2 doses, desempenho se aproxima das vacinas da Pfizer e Moderna

Mais notícias
TOPO