Flamengo tem surto de Covid-19 por desrespeitar protocolos, diz CBF

Em relatório entregue ao Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, a CBF atribuiu o surto de Covid-19 no Flamengo ao fato de o clube carioca não respeitar as regras de distanciamento previstas em protocolo da confederação.

O documento, obtido pelo UOL, anexa uma imagem publicada pelo próprio Flamengo em suas redes sociais. A foto mostra os jogadores sem máscara dentro de um avião em retorno de viagem do Equador.

“Dentro do avião os jogadores aparecem sem máscara protetivas, aglomerados durante a viagem de volta da delegação do Equador, em total descumprimento dos protocolos preconizados em nosso guia de medidas protetivas”, diz a CBF.

“Outro fato sugestivo do ponto de vista médico que essa contaminação ocorreu pelo não seguimento dos protocolos e não durante a partida, pode ser constatado pela solicitação do próprio clube para permanecer no exterior por mais de 72 horas, tempo previsto pelo protocolo, por comodidade de logística, com uma delegação de 64 pessoas, enquanto as credenciais da CONMEBOL são em número de 50, hospedados nos mesmos hotéis e utilizando transporte aéreo e eventualmente terrestre junto com os jogadores.”

Como publicamos, a partida entre Palmeiras e Flamengo foi suspensa pelo TRT após um pedido do Sindeclubes.

Leia mais: O "Anjo" usou um jet-ski para entrar pelos fundos do Palácio da Alvorada para se encontrar secretamente com Bolsonaro
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários
TOPO