ACESSE

"Flávio ajudaria muito se renunciasse", diz Janaina

Telegram

Janaina Paschoal, na entrevista à Marie Claire, também falou sobre o caso Fabrício Queiroz e as suspeitas envolvendo Flávio Bolsonaro.

Segundo ela, a investigação sobre o 01 pode respingar em Jair Bolsonaro.

“Esse abrigo dado pelo advogado [Frederick Wassef], a depender das investigações, pode prejudicar o presidente. Seria importante entender de onde partiu essa estapafúrdia ideia e por qual razão. O senador Flávio ajudaria muito se renunciasse e cuidasse da própria defesa, deixando o pai governar”, disse Janaina.

Ainda segundo Janaina, é preciso “aguardar os esclarecimentos desse misterioso capítulo”.

Questionada se poderia ser autora de um novo pedido de impeachment, desta vez de Jair Bolsonaro, Janaina respondeu:

“Não seria. Contra o PT, ninguém tinha coragem de agir. Alguém precisava fazer alguma coisa. Contra Bolsonaro, haverá uma fila. […] Veja, o processo de impeachment teve um custo muito elevado na minha vida, na vida da minha família. Ainda hoje sofro ataques, perseguições, ameaças. Ninguém tinha coragem de enfrentar o PT, que dominava os formadores de opinião e ainda domina. Se surgir um crime de responsabilidade consistente, sobrarão pessoas para pedir o impeachment de Bolsonaro.”

Leia mais: A estratégia de Bolsonaro para chegar ao fim do mandato

Comentários

  • EGIDIO -

    Flavio e Marinho (suplente) foram eleitos. Flávio iria para os EUA. Marinho assumiria. Flavio não foi, Marinho virou inimigo, porque o investimento não deu certo. E agora estamos nessa palhaçada...

  • Luís -

    A família de Queiroz prestaria relevantes serviços ao Brasil se revelasse tudo o que sabe ....livraria o Brasil....

  • Orlando -

    Drª Janaína, vejo que a senhora não está levando em conta a possível delação do Queiroz, que tudo indica irá ocorrer, e que se isso realmente acontecer, não se salvará nenhum membro do clã Bolsonaro.

Ler 27 comentários