Flávio alegou Covid 20 dias antes de acareação

Flávio alegou Covid 20 dias antes de acareação

Como registramos há pouco, Flávio Bolsonaro pode ser denunciado por desobediência ao faltar à acareação com Paulo Marinho, sem justificativa plausível.

O filho 01 de Bolsonaro chegou a alegar, no dia 31 de agosto, que não poderia comparecer à audiência no MPF 20 dias depois, porque estaria com Covid.

O procurador Eduardo Benones, que investiga a suspeita de vazamento da Furna da Onça, desconfiou da desculpa, já que provavelmente o senador estaria curado no dia 21 de setembro, considerando o ciclo da doença.

No dia 4, Benones resolveu cobrar a apresentação de um atestado médico. Dois dias depois, a defesa de Flávio avisou que ele estava curado.

Justiça funciona melhor que cloroquina, pelo visto.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 42 comentários
TOPO