Flávio Bolsonaro é 17

O relatório do Coaf citou 21 deputados estaduais do Rio de Janeiro.

O primeiro da lista é André Ceciliano, do PT, cujos assessores movimentaram 49,3 milhões de reais.

O segundo, de acordo com a Folha de S. Paulo, é Paulo Ramos, do PDT, com 30,3 milhões de reais.

Márcio Pacheco, do PSC, aparece em terceiro lugar, com 25,3 milhões de reais.

Flávio Bolsonaro, curiosamente, ficou em 17° lugar, atrás até mesmo de um deputado do PSOL, Eliomar Coelho.

Comentários

  • Juliana -

    Que todos sejam investigados.E se houver culpa,que paguem.Doa a quem doer.

  • Luiz -

    O relatório se refere apenas ao ano de 2016. O perigo é quando puxam o fio da meada dos últimos 10 anos.

  • Maria -

    Curiosamente???? Ah, Antagonista!

Ler 157 comentários