ACESSE

Flávio Bolsonaro e Paulo Marinho fazem acareação em 21 de setembro

Telegram

Flávio Bolsonaro e Paulo Marinho ficarão frente a frente, no dia 21 de setembro, para esclarecer, diante do Ministério Público Federal, se houve vazamento da Operação Furna da Onça em 2018.

O empresário disse que o senador contou a ele que, em outubro daquele ano, logo após o primeiro tuno das eleições, um delegado da Polícia Federal procurou assessores para avisar que Fabrício Queiroz seria alvo da operação. Ele foi demitido em seguida.

Em depoimento, Flávio Bolsonaro negou o vazamento, confirmou apenas que se reuniu com Paulo Marinho em dezembro para pedir indicação de um advogado para o caso da rachadinha.

Antes da acareação, no início de setembro, o procurador Eduardo Benones, que cuida do caso, tomará depoimentos de Fabrício Queiroz e sua filha Nathalia, e da delegada Xênia Ribeiro, que conduziu a Operação Furna da Onça.

Em nota, a defesa de Flávio informou que ainda não foi notificada da data, e disse que, como senador, ele tem o direito de agendar dia e local da acareação.

Leia mais: Por que os depósitos de Queiroz para Michelle Bolsonaro NÃO foram incluídos na investigação da 'rachadinha'? Estratégia

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários