ACESSE

Flávio Bolsonaro quer criminalizar arrastão

Telegram

O senador Flávio Bolsonaro apresentou projeto para criminalizar o arrastão, com penas de 6 a 12 anos de prisão. Caso o crime resulte em morte, a pena pode ir de 20 a 30 anos de cadeia.

Na justificativa da proposta, Bolsonaro esclarece o que é o arrastão:

“É um crime comumente praticado em locais abetos ao público, como praias e shoppings centers, por um grupo de criminosos que, valendo-se do elemento surpresa, furtam ou roubam o público presente no local, por meio de ações múltiplas, coletivas, continuadas, rápidas e com emprego de violência ou ameaça intimidadora.”

Ainda segundo o texto, o arrastão também costuma acontecer “no interior de ônibus, trens, metrô e outros meios de transporte coletivos e, ainda, em engarrafamentos, vias de acesso, marginais, rodovias”. Também ocorre em restaurantes, rádios etc.

Em praticamente todos os lugares do país.

Os bastidores d'O Antagonista por Diogo Mainardi, Mario Sabino e Claudio Dantas. Saiba mais

Comentários

  • Fabio -

    Boa, Flavio. Incrivel é o arrastão são ser considerado crime.

  • Baiano -

    É uma excelente iniciativa. Parabéns, Senador!

  • Oscar -

    Ah. E não é crime?

Ler 136 comentários