Flordelis se declara ao homem que, segundo a polícia, ela mandou matar

Flordelis se declara ao homem que, segundo a polícia, ela mandou matar

Um dia depois de apresentar à Câmara sua defesa no processo que pode levá-la à cassação, a deputada Flordelis declarou-se, nas redes sociais, ao ex-marido, morto no ano passado.

Segundo a conclusão das investigações policiais, não há dúvidas de que Flordelis é a mandante do crime.

“Meu Nem, sinto tantas saudades, não consigo me acostumar a viver sem você”, escreveu Flordelis, referindo-se ao pastor Anderson do Carmo.

“Você foi embora, meu amor, e levou também uma parte de mim. (…) Sempre te amarei, Nem! Até um dia!”, acrescentou.

Leia mais: EXCLUSIVO: em vídeo, Marcelo Odebrecht explica o esforço da companhia para contar com os préstimos do “amigo do amigo de meu pai” -- como Toffoli era conhecido na empreiteira
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 25 comentários
TOPO