ACESSE

"Foi uma ação conjunta com Eduardo Bolsonaro", diz Douglas Garcia sobre dossiê antifascista

Telegram

O deputado estadual Douglas Garcia (PTB/SP) ficou chateado com o título de uma nota publicada mais cedo por O Antagonista sobre seu depoimento à Justiça no caso do dossiê antifascista.

No depoimento, ele diz que Eduardo Bolsonaro entregou o documento à embaixada dos EUA. Em vídeo gravado há pouco, ele explica que a ação foi em conjunto com o deputado federal e não há qualquer atrito entre ambos.

“Em junho, eu publiquei um vídeo dizendo que havia enviado para a embaixada dos EUA, para a Polícia Federal e para a Polícia Civil, alguns dossiês com nomes de pessoas que poderiam estar associadas, suspeitas de participarem de grupos terroristas. E eu falei que minha ação era em conjunta (SIC) com o deputado federal Eduardo Bolsonaro e o deputado estadual Gil Diniz. E agora vem essa matéria tentando me colocar contra o deputado.”

Garcia foi condenado pela Justiça a indenizar uma da pessoas citadas no tal dossiê. Outras avaliam fazer o mesmo. Mas é uma injustiça que o deputado, expulso do PSL e agora no PTB de Roberto Jefferson, pague a conta sozinho.

 

Leia mais: Exclusivo: a imprensa livre na mira

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 44 comentários