Foliões a pé

Domingo não é dia de publicar números, mas aquele citado por Lauro Jardim é realmente assustador:

“A queda nas vendas de automóveis nos primeiros vinte dias do mês de janeiro foi de 45,3% em relação a 2015”.