ACESSE

Foragido da operação Mercadores do Caos foi auditor-fiscal

Telegram

Um dos alvos da Operação Mercadores do Caos está foragido. Trata-se de Glauco Octaviano Guerra, que se aposentou como auditor-fiscal em dezembro passado. Ele é sócio da MHS Produtos e Serviços, uma das empresas com contratos suspeitos para o fornecimento de respiradores.

Guerra chegou a ser chefe substituto da Delegacia da Receita em São Paulo e julgador da oitava turma do órgão. No Rio, estava sendo investigado pela Corregedoria da Receita.

Ao todo, foram presos os empresários Aurino Batista de Souza Filho (A2A Informática) e Cintihya Silva Neumann (Arc Fontoura Ind. e Com.), além do ex-subsecretário de Saúde Gabriell Carvalho Neves Franco dos Santos e seu substituto no cargo Gustavo Borges da Silva. E cumpridos 13 mandados de busca e apreensão.

Leia também: Bom jornalismo: a sua proteção contra as fake news. Entenda

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 2 comentários