“Foram mantidos todos os direitos trabalhistas”

Como antecipamos, o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, disse em seu pronunciamento na noite de sexta-feira que a reforma trabalhista não tira direitos essenciais e constitucionais dos trabalhadores.

“Foram mantidos todos os direitos trabalhistas. FGTS, seguro-desemprego, salário-mínimo, piso salarial, férias de 30 dias, repouso semanal remunerado, 13º salário, aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, licença maternidade e horas-extras. Tudo está garantido. A melhor síntese da reforma foi dada pelo presidente Michel Temer, quando afirmou: nenhum direito a menos, muitos empregos a mais.”

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. O Almir Pazzianotto Pinto escreveu no Estadão: “Os apressados que não a tomem como alvará para o regresso ao capitalismo voraz”. Parece piada de mal gosto quando o mais correto seria falar do socialismo voraz, essa que arruinou o Brasil. Essa mini reforma trabalhista está longe de atender as necessidades do pais mas já tem socialista falando em capitalismo selvagem. Quem fala em capitalismo selvagem é invariavelmente funcionário público com um gordo salário. No caso do Almir sempre foi advogado de sindicatos e federação de trabalhadores.

Ler mais 12 comentários
  1. O Almir Pazzianotto Pinto escreveu no Estadão: “Os apressados que não a tomem como alvará para o regresso ao capitalismo voraz”. Parece piada de mal gosto quando o mais correto seria falar do socialismo voraz, essa que arruinou o Brasil. Essa mini reforma trabalhista está longe de atender as necessidades do pais mas já tem socialista falando em capitalismo selvagem. Quem fala em capitalismo selvagem é invariavelmente funcionário público com um gordo salário. No caso do Almir sempre foi advogado de sindicatos e federação de trabalhadores.

  2. Em post anterior O Antagonista afirmava que sim havia perda de direitos na reforma trabalhista. Depois da enumeração dos direitos mantidos, feita pelo Ministro, os antagonistas não fizeram seu costumeiro comentário jocoso… Por que? Poderiam ter dito que o ministro mentiu e aqueles direitos foram retirados do trabalhador… Está ficando difícil pra vocês, antas?

  3. Quem não quer ser empregado , vai e vira patrão, faz um negócio, abre uma fábrica, super-mercado, boteco, bar , loja , planta , colhe, poder construir um negício que dura gerações para seus.

  4. Os brasileiros que ainda estão empregados, ficaram reféns dos maus empregadores e sindicatos milicianos. Mentira! que tudo será um mar de rosas, o inferno apenas está começando para os trabalhadores.

    1. Xiiiiii… O finado secretário de sindicatos e sanguessuga de dinheiro do trabalhador ainda tá chorando?
      E saiba que maus empregadores é prejudicial com qualquer lei trabalhista.
      Ele é caso de polícia.

    1. Leia a lei trabalhista e faça um esforço para entender. Se precisar, a gente pode desenhar pra vc. Depois volte aqui para conversar.
      Aliás, trabalhador que trabalha não precisa de nenhum pastor de sindicato.
      Que o pastor e líder de sindicato também comece a trabalhar.

    2. Eu não bem considero uma ovelha, não quero e não preciso de pastor no emprego, na religião ou no país. Está na hora de todos que se consideram, que precisa do paizão se fuderem