ACESSE

"Forças Armadas são ativo democrático", diz Jungmann

Telegram

Raul Jungmann disse que a revelação de que Ernesto Geisel prosseguiu na política de execuções de inimigos do regime militar, segundo documento da CIA, não tira o prestígio das Forças Armadas:

“O prestígio das Forças Armadas eu acredito que permanece nos mesmos níveis em que elas se encontram até aqui por uma razão muito simples. As Forças Armadas brasileiras são um ativo democrático que o país hoje tem. Isso evidentemente que não é tocado por uma reportagem.”

Comentários

  • adilson -

    Pelo visto geisel dizia uma coisa e fazia outra.Todos os perigosos ficaram vivos ,instituiram o roubo e arrebentaram com o pais,e não sossegarão enquanto não tacarem fogo no brasil.Geisel ,como eles ,falou uma coisa e fez outra.Ai vem a pergunta,se esses dai ,eram considerados moderados,não perigosos,já pensou com eles então.

  • Luiz -

    Tira sim pelo péssimo serviço. Se tivesse feito direito, não estaríamos nessa merd...

  • ze -

    Aqui, só me interessa comentar o "Fator Lula', só isso. Se tivessem..........

Ler 45 comentários