“Forza Lula (sic)” — Gleisi Hoffmann

Rebaixada a deputada federal (o importante era manter o foro privilegiado…), a presidente petista Gleisi Hoffmann é uma especialista em pagar mico.

Ela certamente vai ser a última petista a abandonar o surrado bordão “Lula livre” e já viu apoio ao presidiário até onde ele absolutamente inexistia.

Operação Lava Toga: a chance de limpar o Judiciário. SAIBA MAIS

Em 2018, a “amante” das planilhas da Odebrecht publicou um tweet elogiando a torcida do time alemão Bayern de Munique por ter levado ao estádio BayArena uma faixa com o seguinte texto: “Forza Lula”.

Na verdade, a faixa dizia “Forza Luca”, em referência a Luca Fanesi, torcedor italiano que havia se ferido em um confronto entre torcidas e cujo nome se tornara símbolo de campanhas contra a violência no futebol.

Ocorreu que, na partida do Bayern, um torcedor havia tapado parte da letra “c”, de Luca, dando-lhe a aparência de um “l” — que Gleisi imediatamente associou ao presidiário.

Avisada, a petista apagou o post do Twitter, mas O Antagonista já havia registrado a bola fora.

Forza Gleisi!

Comentários

  • FABIO -

    O Anta podia dar umas notícias "atualizadas" sobre a infância da petralhas Gleisi.

  • JOSÉ -

    Forssa Gleizi!

  • Zione -

    Entre gritar Lula Livre e Mito, o comportamento do brasileiro é o mesmo, ao mostrar incapacidade intelectual severa, típica de uma nação formada por 208 milhões de analfabetos e idiotas.

Ler 34 comentários