Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Foto de Bolsonaro com 'CPF cancelado' repercute: "O presidente tem alma perversa"

Foto de Bolsonaro com CPF cancelado repercute: “O presidente tem alma perversa”
Foto: Alan Santos/PR

Na última sexta-feira, como registramos, nos bastidores do programa de Sikêra Jr., Jair Bolsonaro posou sorrindo, ao lado de ministros, para uma foto na qual segura uma placa em que está escrito “CPF cancelado”, uma referência aos bandidos mortos pela polícia.

A imagem da “brincadeira” repercutiu no mundo político, no momento mais letal da pandemia.

“Sem dúvida, o presidente tem alma perversa. Nunca visitou um hospital. A morte de tantos brasileiros ainda não o sensibilizou a ter um gesto de solidariedade”, disse o senador Otto Alencar (PSD).

O senador Fabiano Contarato (Rede) afirmou que “Bolsonaro e parcelas de seu ‘distinto’ ministério, em vez de se dedicarem às vacinas, à retomada econômica e ao combate ao coronavírus, posam desavergonhadamente em um programa policialesco, fazendo apologia ao extermínio”.

“Já não surpreende: este é um governo cuja bandeira principal é abertamente a morte e a arruaça. Causa repugnância”, acrescentou.

O deputado Júnior Bozzella, vice-presidente nacional do PSL, criticou os ministros que posaram para a foto ao lado do presidente — entre eles, estavam, por exemplo, Milton Ribeiro (Educação) e João Roma (Cidadania).

“Esses ministros só provaram que são um bando de ególatras e tarados pelo poder. Tem que ser muito sem vergonha para aceitar ser ministro neste governo: é rasgar a biografia e transformar o currículo em ficha corrida. Vergonha!”

Beto Albuquerque, vice-presidente nacional do PSB, disse: “Coisa de gente escrota e genocida mesmo”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO