A fragilidade da reportagem sobre Bolsonaro

Até a ombudsman da Folha de S. Paulo reconheceu a fragilidade da reportagem sobre o WhatsApp de Jair Bolsonaro:

“Avalio importante e necessária a reportagem sobre o impulsionamento ilegal em favor de Bolsonaro. É apuração difícil, que, com meandros obscuros a desvendar, abre um caminho rico a ser explorado. No entanto, entendo que o jornal falhou na forma narrativa de apresentá-la ao leitor.

A construção técnica do texto e dos enunciados — da primeira página e internos — poderia ser mais precisa e transparente. Faltaram detalhes que corroborassem as evidências, mesmo sem que fontes fossem reveladas. Essa fragilidade gerou dúvidas nos leitores. Serve de alerta. Obriga a Folha a não esmorecer nem dar por encerrada a investigação.”

O novo Brasil pós-PT. Você CARA A CARA com Diogo Mainardi, Mario Sabino, Claudio Dantas e convidados. CLIQUE AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Quando se tem fonte verdadeira é possível fazer a reportagem e proteger a fonte, mas quando não se tem fonte, inventa uma mentira para atacar os outros, é canalhice mesmo, tinha que ser banida.

Ler mais 208 comentários
  1. Quando se tem fonte verdadeira é possível fazer a reportagem e proteger a fonte, mas quando não se tem fonte, inventa uma mentira para atacar os outros, é canalhice mesmo, tinha que ser banida.

  2. Fica muito fácil a imprensa fazer papel de polícia e partido político sem precisar apresentar fonte, sem a presentar provas. Primeiro destrói alguém, e depois quer pedir desculpas em letras miúd

  3. A posição da ombudsman, lembra a desculpa do homossexual que afirma que só tomou no rabo porque estava de costas e aí só rebolou ! Erros acidentais se denominam “Barriga”, os intencionais Fake

  4. Reconheceu nada. Colocou a culpa na impossibilidade de mostrar as provas com a desculpa de preservar o anonimato. Em outras palavras, querem que confiem cegamente nos jornalistas da Folha. Aberração

    1. Se eles reconhecerem a merda, vao tomar um processo na cara. E, mesmo sem reconhecer deveriam tomar um processo na cara.

  5. Tadinha dessa Ombudsman. Só ela não sabe que foi material de uma jornalista petista visando a prejudicar Bolsonaro? Desde a chamada da matéria até o texto, tudo feito sob medida para isso.

  6. Folha, jornal de limpar cu. Lixo. Milhares de de pessoas colaboraram gratuitamente em seus grupos, como eu. Essa força é maior que impulsionamento pago. O que vocês relutam reconhecer.

  7. A folha já tá ridicularizada, na visão do leitor. Não é à toa que Ciro não soube diferenciar o perfil satírico @folha_sp (Falha de S. Paulo), do perfil original. A qualidade é a mesma.

  8. Pelo visto o ombudsman virou um colocador de panos quentes para proteger o jornal. O melhor fiscal da imprensa são as redes sociais. E este site aqui! O cargo da Folha bem pode ser extinto.

  9. Esse b. fala como se ainda tivessem razão mas que m… é essa aqui? Esse cara não reconheceu nada. Ele está ainda posando de certo de que existe mesmo aquilo. Como vcs da imprensa aceitam isso?

    1. Os tempos são outros e parece que os donos também, sem falar na linha editorial também demonstra estar seguindo uma ética profissional duvidosa.

  10. Kkkk, isso é crítica? Pareceu mais um “só não dou 10 porque teve erro de português, leva 9,5.” A figura do ombudsman na FSP é como todo o resto: fake, só pra dar um ar de moderninho.

  11. Que ombudsman retardado mental. A única evidência gritante é que tudo foi inventado. Uma tremenda mentira. Tinha que ser um imbecil desse tablóide ridículo, para escrever uma asneira dessas.

    1. Segundo a Joice ex jornalista da Veja, foram distribuídos 600 milhões a imprensa na época, para plantarem mentiras contra o Bomsonaro, que responda na justiça.

  12. eles é que estão mandando SMS pra gente, dizendo que “a democracia acima de tudo por isso assine a Folha “………..Ridiculos. Não assino e faço campanha com todos que conheço para não assina

  13. Atira primeiro depois investiga? Isso não é jornalismo, isso é crime contra a democracia. Fosse a margem menos folgada, com ajuda da Smartmatic os petralhas tinham levado. Cana nesses vagabundos!!

    1. Só criar um blog com “nota a imprensa”, pode ser até no BlogSpot como é o blog do Bolsonaro. Não precisa ter gastar entre R$ 200 mi e R$ 500 mi por ano com aquilo. É maior cabide de emprego que

  14. Picaretas! Fizeram a matéria pra alcançar o objetivo de prejudicar a campanha, agora vem com essa vigarice de faltou isso, faltou aquilo, aquilo outro. Faltou vergonha servir de CAPACHO ao PT.

    1. 👏🏼👏🏼👏🏼 E agora querem vender assinaturas com o argumento de que os assinantes devem ‘reavaliar’ a Folha. Tchau querida!

  15. Fiz o básico, que todos as pessoas de bem fariam. Parei de acessar o site da Folha e Uol. Vou cancelar a minha assinatura da UOL. Se todos os eleitores do B17 fizerem o mesmo o recado forte.

  16. Caiu a mascara, a FOLHA (do PT) é um jornal militante de esquerda cujo unico objetivo ao longo dos anos, e agora mais ainda, é denegrir quem pensa diferente da esquerdalha e impulsionar fake news

  17. Incrível como quando o antagonista apresentava documentos sobre Lula nenhum era verdadeiro já uma matéria sem nenhum tem “meandros obscuros a desvendar” isso pra mim foi claramente Fake News.

  18. Falou, falou, e nao disse nada. Isso é um ombudsman? Eu conhecia ombudsman como algo bem mais claro e objetivo, sempre defendendo seu cliente (leitor, neste caso), contra erros cometidos pelo jornal.

  19. Não somente Bolsonaro, mas todos os que foram prejudicados com notícias falsas tem mais é que meter um processo milionário contra esses panfletos mequetrefes. “Liberdade de expressão”? Mentira!

  20. Tentaram de tudo, os lacaios da facção do crime petista. DataRoubo, Uol, Folha lixo, GloboLixo, queriam que a derrota fosse menos humilhante. A jornalista de esquerda, com pai investigado foi usada

    1. A Folha lixo não está nem aí para o caderno de esportes, economia etc… eles só investem nas notícias para ajudar a facção do crime PTRALHA. Ninguém mais lê esse lixo

  21. A reportagem foi criminosa, pois atingiu parte do eleitorado que não sabe distinguir o que é verdade e o que é mentira. Foi má fé. E reconhecer isto após as eleições, não redime.

  22. O que não gosto do Antagonista é a transcrição de matérias de um jornalismo que perdeu a credibilidade! Esqueçam essa Folha! Parem de transcrever matérias de lá e de se importar com ela!

  23. os leitores são mais inteligentes do que ele pensa…eles sabem quando há provas e quando não há, quando o jornalismo é tendencioso e quando não é…e com a internet a gente também tem voz e a

  24. Ombudsman sofre. Com medo do patrão, cuidou demasiado das palavras. Aquela reportagem teve nem pé nem cabeça, tentou trazer desinformação ao leitor e conseguiu ganhar mais rejeição.

  25. Ombusdsman de merda. Depois que a própria Justiça eleitoral desmontou a narrativa farsesca do pravda de São Paulo, com declarações contundentes dos sites de redes sociais, ele vem tentando salvar

  26. ele meio que transferiu a responsabilidade para os leitores…tipo: “olha, tá tudo lá, eles que não entenderam pq tava muito complicado”…mas o fato é que não tem prova nenhuma, eles colocam

  27. Estão perdidos na buraqueira. Acostumados a um ambiente podre e imundo em todas as instâncias e modalidades, à vista de uma investida da moralidade a imprensa em geral se desorientou, sem propina$$

    1. Deveria ser, Luiz, mas o ombudsman tergiversou e não cumpriu seu papel, como seria de se esperar. Preferiu, eufemisticamente, tentar salvar a pele do jornal, algo impossível nesse caso.

    2. Não existiu pedido de desculpa. A figura do ombudsman é essa, de uma voz crítica do leitor, que faz uma análise de fora do editorial do jornal, revista. Não responde pelo Jornal.

  28. O Antagonista “esquece” que a Folha vai continuar a investigar. E é também interessante notar que não chamou de “frágeis” as acusações de Janot durante a maracutaia em que se meteu com ele..

    1. Só se for de cachorro igual o Luciano Hang faz porque pra outra cosia também não serve.Para embrulhar Peixe é anti-higiênico…

  29. Nada mais esquerdista que falar em “construção de texto “. A Folha pra mais de ser House Organ do pt, virou a Folha da ORCRIM. A caminho da auto destruição. Socialismo e Realidade não se mist

  30. Jornalismo investigativo é uma das mais preciosas ferramentas da democracia. Militância política a partir de uma redação põe em cheque a necessária credibilidade de todo o processo.

  31. Kkkk, o oburroman da fôia querendo limpar a barra do jornaleco. Ninguem aqui é idiota. Sabemos que a fôia dedonesta queria influir na eleição.Um dia saberemos quanto o Lula tem de participação

  32. Agora só resta um processo contra esse jornal, notório representante da imprensa esquerdista marrom. Como não sou advogado, desconheço a garantia oferecida pela Lei da Imprensa de 1967.

  33. Evidente FARSA, sem prova! Dando nome: Patrícia Campos Mello, petista militante, filha de Hélio C. Mello, dono da rev. Brasileiros, citado em delação M. Odebrecht no pagto de 1,59 mi à revista.

    1. Guardem esses nomes, e quando essa gente assinar alguma reportagem e/ou estória, já sabem que não tem credibilidade, joguem no lixo.

  34. Dizer q foi “fragilidade” é tentar passar uma borracha na desonestidade, foi um ato criminoso de raiz petista nada tendo com jornalismo e sim c/ escolha do lado criminoso/ideológico da Folha.

  35. “Faltaram detalhes que corroborassem as evidências …” Ora , a frase é o reconhecimento de um jornal desqualificado , tendencioso e vigarista . Em 2019 talvez já faça parte do passado .

  36. Como assinante da Folha, após eu cancelei a minha assinatura. Cobrei duramente a ombuds-anta que estava defendendo a folha ao inves de fazer uma analise crítica da fake news da FSP. Veio tarde.

    1. O Antagonista deveria acompanhar por exemplo esse processo do dona da Havan, e nos reportar a sentença.E se forem condenados a uma retratação, aí sim o serviço fica completo.

  37. Esse Jornal jogou sua credibilidade no vaso e deu descarga. Junto jogou o “Manual da Folha”. Junto jogou a memória do recém falecido “OFF”. O leitor se lembrará de acionar a descarga.

  38. Talvez seja parecido com o que fizeram com o Trump, não tem provas nem evidências, mas é pra ficar enchendo o saco o mandato inteiro apenas para defender uma credibilidade que não existe.

  39. o quase estrago foi feito .a parcialidade da Folha ficou evidenciada .foram e são irresponsáveis por que sabem que não são imputados .advogam ser imprensa livre .e lá se foi a credibilidade dos F

  40. E isso vai ficar assim, elas por elas? Onde estão os advogados de Bolsonaro? A única coisa que invejo aos petralhas são seus advogados, podem falar mal deles, mas estes cães não largam um osso!

  41. Pena que esse periódico, outrora digno, vendeu sua alma. Seus dirigentes sabem o que é bom e o que ruim para a nação, mas as verbas oficiais oriundas de crimes os seduziram. Que se encerre!

  42. Agora a Folha reconhece? No calor do processo, com a possibilidade de influenciar nas eleições, era só arrogância. Temos ainda o UOL ainda batendo e o Data Folha bizarramente manipulado.

  43. Para este petista dissimulado foi um pequeno defeito a reportagem criminosa, “fake news” para influenciar a eleição. O método dissimulado de recohecimeto do erro é igual ao mal feito do pt

  44. Ele nada disse sobre o que a Folha intentou: prejudicar Bolsonaro nas eleicoes. Roubou-lhe cerca de 5% dos votos. E deveria assumir que tentou, sem provas, interferir na eleicao. Simplesmente vil!

  45. O estilo “homem gabiru” de fazer “jornalismo” engajado é o modelo “foice” de São Paulo , que injetou nos leitores o vírus da dúvida sobre a sua seriedade! Busquem a matéria da década