Frei Betto compara Marielle Franco a estudante morto na ditadura

Frei Betto escreveu no Globo:

“Os assassinatos da vereadora Marielle Franco, do PSOL, na noite de 14 de março, no Rio, e de seu motorista, Anderson Pedro Gomes, equivalem ao do estudante Edson Luis, no Calabouço, em 28 de março de 1968. Este representou o desmascaramento da ditadura militar e de sua natureza cruel, sacramentada pelo AI-5, a 13 de dezembro de 1968.

Agora, o crime organizado escancara suas impressões digitais e proclama que é o dono do pedaço carioca. Não pretenda a intervenção militar extirpar o conluio entre a banda podre da polícia e o narcotráfico, nem ousar defender os direitos humanos dos moradores de favelas. Este o recado dado.”

Betto ainda faz outras comparações:

“A morte dos mártires comprova que em vão a injustiça busca predominar sobre a justiça. Gandhi, Luther King, Chico Mendes são apenas alguns exemplos de como os mortos comandam os vivos.”

Comentários

  • CST -

    A Rússia está chorando com você. Nós sabemos o que o terror da polícia está no Brasil. https://www.youtube.com/watch?v=q4JV-EGEbMQ&т https://www.youtube.com/watch?v=G8IJ8ZBwMW0 Na Rússia, estamos prontos para pegar a bandeira da luta contra o terror policial que caiu das mãos de Marielle Franco. Se você conhece os crimes da polícia, mas tem medo de contar sobre isso - escreva mensagens pessoais para nossas comunidades e nós diremos sobre isso em nosso próprio nome. Endereços da comunidade para os seus relatórios de crimes policiais: https://www.facebook.com/CST-Command-1996887460566915/ https://www.facebook.com/CPLCRB/ Para postagens anônimas: cstcommand@mail.ru

  • MFC -

    ORA frei beto dando uma machão...dando recado!!!!!! esqueceu daquele soldado de 18 anos morto por sua grande e intelectual amiga e seu marido do bando...esqueceu??? eu não.

  • Morgana -

    Que país é esse de que ele fala? Não reconheço nem nas linhas nem nas entrelinhas. Cara chato, fanático.

Ler 58 comentários