Frente Parlamentar pela Internet Livre vai ao TSE contra PSOL

A Frente Parlamentar pela Internet Livre recorreu ao TSE contra o pedido do PSOL para suspender o WhatsApp na próxima semana, até o domingo da eleição.

“Não se pode punir 120 milhões de pessoas, em razão do suposto cometimento de irregularidades por alguns poucos indivíduos. Nada justifica essa ofensa ao texto constitucional.”

Comentários

  • José -

    O que esses safados do PUTÊ e do PSOL querem é impedir as verdades de serem ditas. HIPÓCRITAS.

  • João -

    Um tiro na testa desta gente. O WhatsApp hoje é uma ferramenta de trabalho. Terão um exército raivoso em oposição. Este pessoal não pensa.

  • Saulo -

    Sabe o que é curioso e hilário. É que deputados do PSOL e PT fazem parte dessa frente parlamentar. Consultem em camara.leg.br

Ler 63 comentários