Frota pede a cassação de Flávio Bolsonaro

Frota pede a cassação de Flávio Bolsonaro
Foto: Alex Silva/Estadão

No finalzinho de 2020, o deputado Alexandre Frota (PSDB) apresentou ao Conselho de Ética do Senado nova representação envolvendo o senador Flávio Bolsonaro.

Frota cita as tentativas de interferência nas investigações do Ministério Público, acusa o filho do presidente da República de “improbidade administrativa, peculato e associação criminosa” e pede a cassação dele.

O presidente do Conselho de Ética, Jayme Campos (DEM), tem feito cara de paisagem diante de pedidos semelhantes, já apresentados por partidos de esquerda.

Jayme também nada fez sobre o caso do seu correligionário Chico Rodrigues, flagrado com dinheiro entre as nádegas. Tudo com a justificativa de que o colegiado não pode funcionar em meio à pandemia.

Leia mais: Crusoé revela documentos de leniência que a holding JBS omitiu da Justiça. Há ainda novos detalhes de repasses feitos a ministros do atual governo e ao Instituto Lula.
Mais notícias
TOPO