Fuera, Odebrecht!

O Peru, como já havia feito o Panamá, proibiu a Odebrecht de participar de licitações para obras públicas — relembre aqui. Hoje, a capa do principal jornal peruano, El Comercio, reforça a decisão anunciada pela ministra da Justiça do país, Marisol Pérez Tello.

Além disso, o responsável por uma comissão criada para investigar a atuação da Odebrecht no Peru disse considerar inevitável que ex-presidentes — como Alejandro Toledo, Alan García e Ollanta Humala — estejam envolvidos nos pagamentos de propinas pela empreiteira.